♂Saúde ♀ diversas categorias - dicas♀

♂Saúde ♀ diversas categorias - dicas♀

Pesquisar

22/10/2017



|||

Planos de saúde para idosos podem ficar impraticáveis, dizem especialistas






apresentada na Câmara dos Deputados no dia 18 de outubro é um desserviço aos usuários, não cobre necessidades de saúde, "rasga" o Estatuto do Idoso e só beneficiará o mercado.
A afirmação vem dos professores de saúde coletiva Ligia Bahia (UFRJ), e Mario Scheffer (USP), que pesquisam políticas de saúde, planos e seguros privados.
"A urgência de uma lei tem as digitais das operadoras, assíduas financiadoras de campanhas eleitorais", afirma Scheffer, 51. Sobre o reajuste de planos dos idosos, defendido pelas empresas, Ligia, 62, afirma que é um equívoco confundir velhice com doença. "O envelhecimento por si só não é o responsável pela elevação de custos na saúde."

Os professores especialistas em saúde coletiva Mário Scheffer (professor da Usp) e Ligia Bahia
*
Folha - Qual o impacto do relatório da revisão da leis dos planos, que está na Câmara?


Mario Scheffer - É das empresas de planos o relatório da comissão especial, que abre caminho para normatizar a segmentação de coberturas, prevê liberação do reajuste por faixa etária acima de 60 anos e a diminuição drástica do valor das multas aplicadas em função de atendimentos negados. Também propõe mudança radical no ressarcimento ao SUS, que passa a ter um formato de captação de recursos de hospitais e secretarias de saúde, o que na realidade se trata de claro incentivo à "dupla porta", o atendimento diferenciado de clientes de planos em unidades públicas. Com a mudança, o SUS passa a ser um prestador de serviços dos planos de saúde.
Essa nova lei, claramente desfavorável às necessidades de saúde, um desserviço ao país, tem as digitais das operadoras, assíduas financiadoras de campanhas eleitorais e que recentemente foram acusadas de comprar a medida provisória do capital estrangeiro que as beneficiou. As negociações na comissão especial foram praticamente secretas. Nas poucas audiências públicas quem mais participou foi o setor privado.

O que achou da proposta da Câmara de reajuste acima de 60 anos? O mercado de planos alega que é importante em razão do aumento da longevidade e do alto custo das doenças crônicas. Há uma outra saída?

Ligia Bahia - A proposta da Câmara rasga o Estatuto do Idoso e ameaça a permanência dos idosos nos planos, ao prever aumentos em progressão geométrica. Serão dois tipos de reajustes, o anual no aniversário do contrato e a cada cinco anos acrescido por um fator multiplicador até o fim da vida. Ficarão impraticáveis as mensalidades que já são mais elevadas para quem tem acima de 60 anos. É um equívoco confundir velhice com doença. O envelhecimento por si só não é o responsável pela elevação de custos na saúde. No Brasil, os idosos frequentemente seguem trabalhando e pagando imposto e não são necessariamente doentes. Em muitos países as políticas são orientadas para a chamada "compressão de morbidade" que significa prevenir riscos e doenças de modo a permitir que se viva melhor e por mais tempo. Ironicamente, diversos planos especializados em população idosa dão lucro.

Entidades de defesa do consumidor defendem que planos coletivos tenham o mesmo reajuste dos individuais. As operadoras dizem que isso as quebraria. Há meio termo?

Mario Scheffer - São praticados índices de reajuste absurdos em contratos coletivos que não são feitos com empresas e, sim, por adesão a produtos fraudulentos. Corretores exigem um CNPJ ou a vinculação artificial a uma organização qualquer. Esses planos que têm natureza claramente individual foram falsamente coletivizados para expandir o mercado e escapar da regulamentação. É lógico que deveriam ser reajustados com os mesmos padrões dos individuais. Nos coletivos de verdade, a negociação entre as partes tende a ser mais equilibrada. Os falsos coletivos são uma aberração.

O mercado também se queixa que muito da judicialização advém de demandas não previstas em contrato. As pesquisas corroboram isso?

Nossas pesquisas evidenciam um aumento expressivo das ações judiciais contra planos de saúde. Em São Paulo, são mais de 120 decisões contra planos por dia. Na segunda instância, os julgamentos relativos a planos já superam as ações movidas contra o SUS.
A maior parte das demandas é motivada por exclusão de cobertura de procedimentos caros e por reajustes abusivos, que, segundo as interpretações dos juízes, são obscuras nas normas legais e em contratos pouco padronizados. Mais de 90% das reclamações dos clientes têm sido acatadas.

Planos populares podem desafogar o SUS?

Ligia Bahia - Os planos sempre foram impopulares, criticados por quem os tem e inacessíveis para a maior parte da população.
Hoje tem mais brasileiros com planos (27%) do que em 1998 (23%), segundo dados do IBGE, e nem por isso as demandas para o público foram reduzidas. Ao contrário, nestes 20 anos houve ampliação do acesso e utilização do SUS. Planos mais baratos farão com que o SUS fique mais "afogado" com procedimentos mais caros e complexos.

Desperdícios, desvios e fraudes são apontados como algumas das grandes causas do aumento do custo da saúde suplementar. O que é preciso para organizar esse sistema?

Fraudes e desvios que geram a fragmentação e desorganização da assistência privada decorrem em parte de estratégias de competição predatórias e em parte da inadequação da regulamentação. A polêmica sobre a responsabilidade sobre o aumento de gastos opõe planos de saúde e hospitais, produtores de medicamentos e médicos. A mesma empresa de plano também é grupo hospitalar e ainda possui unidades de diagnóstico. Há espaço para soluções buscadas internamente.

A mudança de modelo de remuneração ajudaria?

Mario Scheffer - Sem dúvida é bem vinda a introdução de modelos de remuneração que aproximem o pagamento dos melhores desfechos clínicos e resultados. Mas isso não é uma panaceia. Todas as modalidades têm problemas. Enquanto o pagamento por produção pode levar à sobre utilização de exames, assalariados podem se acomodar, atendem menos pacientes em menor dedicação e têm pouco compromisso com custos.
Se o pagamento é por número de pacientes, idosos e crônicos passam a ser evitados pelos prestadores, que também podem abandonar pacientes fora das metas no caso do pagamento por resultados. Nos países ricos os modelos não são únicos, dependem da organização dos serviços e dos profissionais. 

fonte: folha.uol 

 ||| UA-90649529-1

07/09/2017

 › Sintomas de pressão alta


Dor de cabeça e na nuca



Os sintomas de pressão alta como tontura, visão embaçadador de cabeça dor na nuca geralmente surgem quando a pressão está muito altamas o indivíduo também pode apresentar pressão alta sem apresentar nenhum sintoma.

Por isso, se desconfiar que a pressão está alta, o que se deve fazer é medir a pressão em casa ou na farmácia

Para medir a pressão corretamente 

é importante 
descansar sentado 
5 minutos                 
antes de colocar o   
aparelho para medir 
Saiba outros passos importantes em: Como medir a pressão.




Sintomas que podem indicar que a pressão está alta

Os sintomas que podem indicar que a pressão está muito alta podem ser:


  1. Enjoo;
  2. Dor de cabeça;
  3. Dor na nuca;
  4. Sonolência;
  5. Zumbido no ouvido;
  6. Pequenos pontos de sangue nos olhos;
  7. Visão dupla;
  8. Dificuldade para respirar;
  9. Palpitações cardíacas.




Estes sintomas de pressão alta geralmente, surgem quando a pressão está muito alta e, neste caso, o que se deve fazer é ir ao pronto-socorro imediatamente ou tomar o remédio receitado pelo cardiologista, imediatamente.

Apesar da pressão alta ser uma doença silenciosa, ela pode provocar problemas de saúde graves, como insuficiência cardíaca, AVC ou perda de visão e, por isso, é indicado verificar a pressão arterial pelo menos 1 vez por ano. Confira outros parâmetros que podem indicar quando ir ao médico: Como saber se estou bem de saúde.

O que fazer numa crise de pressão alta

Quando a pressão sobe repentinamente, e surgem sintomas como e dor de cabeça especialmente na nuca, sonolência, dificuldade para respirar e visão dupla é importante tomar os remédios receitados pelo médico e repousar, tentando relaxar. Porém, caso a pressão alta se mantenha superior a 140/90 mmHg após uma hora, é indicado ir ao hospital para tomar anti-hipertensores na veia.

Para baixar a pressão que alta que não gera sintomas:

Tomar um copo de suco de laranja feito na hora e tentar se acalmar. Após 1 hora, deve-se medir a pressão novamente e se ela ainda estiver alta, deve-se ir ao hospital.
Para baixar a pressão alta em caso de emergência:


Tomar os remédios receitados pelo médico e repousartentando relaxarPorém, caso a pressão alta se mantenha superior a140/90 mmHg após uma horaé indicado ir ao hospital para tomar anti-hipertensores na veia.



Veja alguns exemplos de tratamentos caseiros que ajudam a controlar a pressão em: Remédio caseiro para pressão alta.
  
Imagem ilustrativa do vídeo: 
Imagem ilustrativa do vídeo: O que comer para conseguir baixar a PRESSÃO ALTA


O que comer para conseguir baixar a PRESSÃO ALTA
Sintomas de pressão alta na gravidez
Os sintomas de pressão alta na gravidez também podem incluir fortes dores abdominais e pernas e pés muito inchados, principalmente no final da gestação. Neste caso, deve-se consultar o obstetra o mais rápido possível para iniciar o tratamento adequado e prevenir complicações graves, como eclâmpsia, que pode prejudicar o bebê.
Veja quais são os riscos e o que fazer em caso de Pressão alta na gravidez.


Veja quais são os riscos e o que fazer em caso de Pressão alta na gravidez.
Veja como adequar a alimentação para pressão alta:
fonte: tuasaude.

INFORMAÇÃO DO AUTOR
Drª. Ana Luiza Lima
Drª. Ana Luiza Lima
CARDIOLOGISTA
Formada pela Universidade Federal de Pernambuco com registro profissional no CRM/PE – 16886. 


Drª. Ana Luiza Lima
Cardiologista






fonte: tuasaude.


comente aqui

||| Escrever aqui ||| UA-90649529-1


06/08/2017


  

Efeito da vitamina D sobre a perda de cabelo

A relação de vitamina D com a perda de cabelo e calvície

A vitamina D é muitas vezes referida como a vitamina luz do sol. 

Se o corpo recebe uma quantidade suficiente de radiação ultravioleta, a necessidade de uma fonte adicional de vitamina D é eliminado.
Espectro de onda média especialmente útil produzido pelo corpo de manhã e ao pôr do solNo entanto, poucas pessoas entendem a importância deste processo e dificilmente vai passar um tempo privado na parte da manhã, gastando grande ao ar livre sob o solEsta negligência ao organismo leva claramente a uma redução do nível de vitamina D, que se manifesta em uma variedade de sintomas
Um desses sintomas - o enfraquecimento do cabelo, perda de cor natural e perda de cabelo.
  •  A vitamina D é uma das mais importantes vitaminas necessárias para a absorção de cálcio . Muitos estão convencidos de que o cálcio é responsável apenas pela condição e a saúde dos ossos, mas, na verdade, o cálcio é também essencial para o crescimento do cabelo saudável e forte.
  • A vitamina D fornece ácidos graxos folículos pilosos maduros, que desempenham um papel importante no crescimento e fortalecimento do cabeloEstes ácidos gordos regulam a produção de óleos naturais no couro cabeludo, permitindo a nutrição folículos pilosos.
Um estudo recente realizado em ratos mostraram que a completa falta de vitamina D leva à perda de cabelo, juntamente com sinais de raquitismoAssim, existe uma estreita relação entre a perda de vitamina e cabelo, de modo a deficiência de vitamina D pode ser mencionado como uma das razões da perda de cabelo e calvície.
É importante notar que a perda de cabelo pode ser causada por uma série de outras razões, porque nenhum dos estudos não posso dizer totalmente que a deficiência de vitamina D é a principal causa de perda de cabelo.
Para determinar se a vitamina D é a verdadeira fonte de seus problemas, você precisa visitar um médico, que será capaz de identificar a verdadeira causa da perda de cabeloSe é realmente a falta de vitamina D, você pode ser solicitado a alterar sua dieta e pode ser assistido na forma de suplementos.

Como aumentar o nível de vitamina D, para reduzir a perda de cabelo

Como mencionado anteriormente, a primeira coisa a fazer - é 
consultar um médico sobre isso realmente deficiência de luz solar e vitamina D é a causa da perda de cabelo. 

Se sim, então há certas coisas que você pode fazer e certos alimentos que irão ajudá-lo a resolver este problema.
  •  Tente passar pelo menos cinco minutos por dia no sol da manhã. Quanto mais cedo, melhor efeito que você começa. O tempo pode variar de 06:00 a 10. Em qualquer outro momento depois das 10 horas pode ser prejudicial para a pele e o corpo como um todo. Possibilidade de banhos de sol à noite, após 17 horas, mas o efeito é muito mais fracoAlém disso, devemos lembrar que para a síntese de vitamina D para pessoas com pele escura necessitam de mais tempo no solSe na parte da manhã as pessoas com pele clara são suficientes 5 minutos, com obscuridade - não inferior a 20.
  • Coma alimentos ricos em vitamina D. Estes alimentos incluem: manteiga, iogurte, leite normal, peixes gordos, especialmente, como salmão e arenque.

Os perigos de sobredosagem de vitamina D

Não tome doses extras de vitamina D, a menos que seja prescrito pelo seu médicoO excesso de vitamina D no organismo pode causar toxicidade, porque é uma vitamina solúvel em gordura e bastante difícil excretadaMesmo quando você recorrer a métodos naturais, como banhos de sol ou mudar sua dieta, não fazê-lo em excessoPara combater o problema da perda de cabelo - basta seguir os métodos acima na forma correta.
Além disso, para manter seu cabelo em boas condições, não se esqueça sobre outros métodos de tratamento, tais como massagem no couro cabeludo regularmente com óleos e escolhendo os produtos de limpeza mais suaves para o cabelo, bem como para monitorar a nutrição equilibrada.

Como reabastecer o corpo com a vitamina D



fonte:  aibolit

comente aqui 
 
||| UA-90649529-1

20/07/2017








seus pés


"eles aguentam diariamente 
com o nosso peso"
..."andamos
 em sapatos nem sempre muito confortáveis."





" nossos pés lisinhos, macios, sem calosidades" ???

... receita caseira :

Necessita de :

  • 3 colheres de sopa de algum elixir oral forte (Listerine, Cepacol, Colgate),
  • 3 colheres de sopa de vinagre branco
  • água morna
Misture em uma bacia todos 
os 
ingredientes e 
deixe os pés descansarem 
 por uns 15 minutos. 
A pele morta vai sair muito facilmente e 
seus pés vão voltar a ficar lisinhos.

fonte e créditos:  baudasideias


comente aqui








13/07/2017





"Leite com alho"

..."medicina popular antiga de uma centena"

benefícios do leite de alho

Leite  e Alho - 

Leite com alho

...benefícios do leite de alho:

...remédio popular antigo...
 

"Há muito tempo se sabe que o alho é um antibiótico natural , que é só por causa do seu aroma não vão ser consumidas diariamente."
 
Talvez por isso e decidiu uma vez para cozinhar este vegetal picante no leite.

O resultado é um excelente remédio sem um cheiro específico, que ajuda o corpo a lidar com muitas doenças, e não só o resfriado comum, como normalmente se pensa.

propriedades úteis de leite com alho

1. Reduz o colesterol ruim , melhora o sistema cardiovascular.

2. A bebida é útil para o fígado , como no alho contém grandes quantidades de enxofre, o que ajuda a limpar e fígado desintoxicação.

3. Ele reduz a inflamação e a dor da artrite .

4. Alho forjamento funcionamento do sistema nervoso , alivia a insônia.

5. Adicione o leite alho uma pitada de açafrão - obter um ótimo expectorante .

6. Cozidos alho trata a infertilidade tanto masculina e feminina.
 
Além disso, o leite com alho - um remédio popular para a impotência.

benefícios do leite de alho

 


. Como preparar o leite alho:

. Ingredientes:

. leite 500 ml
. 10 dente alho
. 2 colher de chá de  açúcar (a Gosto)
. 250 ml de água

Preparação:

1 . Alho limpo, picado.

2 . Água misturada com leite e coloque no fogo. 

Quando o líquido começa a ferver, 
adicione o alho
reduzir o calor para baixo.

Depois:

3 ...misturar durante 10 minutos, agitando ocasionalmente. 

Adicione o açúcar.

...bebida de leite alho 
...2 vezes por dia, independentemente da refeição...

...leite com alho para constipações.



Embora alho e leite - produtos naturais, em alguns casos, é necessário abandonar o tratamento proposto. 

Meios de contra-indicada em pacientes com 
diabetes
doenças agudas do 
trato gastrointestinal
sob pressão reduzida. 

Também 
leite alho não é recomendável beber mães lactantes."

"A fim de não gastar muito tempo em caros medicamentos , ter em serviço de um leite receita com alho, e para isso, salve-o em seus favoritos!"

fonte: naget.ru 


comente aqui







UA-90649529-1

Postagem em destaque

Por quê as pessoas enjoam?

Cinetose é a causa de enjoos durante longas viagens "O popular "Mal do Movimento" pode ...

Seguidores


buscas populares …apareça nas buscas… cadastre seu web site aqui…/buscas populares…alô negócios !!!…
|| Пост!Featured on Hometalk.com