♂Saúde ♀ diversas categorias - dicas♀

♂Saúde ♀ diversas categorias - dicas♀

Pesquisar

Mostrando postagens com marcador dieta. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador dieta. Mostrar todas as postagens

17/01/2018



Luz Solar Pode Ser a Chave para a Perda de Peso  





Exposição à luz solar

Luz Solar .

Pode Ser a Chave para a Perda de Peso
em 
Dieta
Dieta na Mídia

Um novo estudo – de pesquisadores da Universidade de Alberta em Edmonton, Canadárevela um culpado inesperado para o ganho de peso no inverno: a ausência de luz solar.



Os pesquisadores, liderados por Peter Light, oriundos do Alberta Diabetes Institute, examinaram o efeito da luz solar em células de gordura subcutânea ou células de gordura brancaque podem ser encontradas logo abaixo da nossa pele.

Os resultados de sua investigação tornaram este um estudo inovador, que foi publicado recentemente na revista Scientific Reports.

Como a luz solarqueima” a gorduraPeter Light e equipe examinaram o chamado tecido adiposo branco subcutâneo (scWAT), que, como os autores explicam, é o principal depósito de gordura em seres humanos e tem um papel central na regulação do metabolismo do corpo inteiro”.

A gordura branca é conhecida como o 
tipo de gordura ruim”, 
pois armazena calorias 
que seriam idealmente 
queimadas por energia. 
 
Se for disfuncional, 
esse tipo de gordura pode levar a distúrbios cardiometabólicoscomo obesidadediabetes doença cardíaca.

Então, na tentativa de ajudar as pessoas com diabetes tipo 1Light colegas estavam trabalhando na forma de engenharia genética dessas células de gordura branca para produzir insulina quando expostas à luz.

Por acaso, eles descobriram que as células ScWAT tendem a encolher sob o efeito da chamada luz azul do sol – isto é, o tipo visível de luz que aumentaatenção humor durante o dia.


Isto foi o que eles encontraram:

“Quando os comprimentos de onda da luz azul do sol – a luz que podemos ver com o olho penetram a nossa pele e atingem as células de gordura logo abaixo, as gotículas lipídicas reduzem o tamanho e são liberadas para fora da célulaEm outras palavras, nossas células não armazenam tanta gordura “.

Ganho de peso no inverno explicado 

“Se você revirar as nossas descobertas”, diz Light, “a exposição solar insuficiente que temos 8 meses do ano vivendo em um clima do hemisfério norte pode estar promovendo o armazenamento de gordura e contribuindo com o ganho de peso típico que alguns de nós têm no inverno”.

“É cedo, mas não é um salto gigante supor que a luz que regula nosso ritmo circadianorecebida através de nossos olhos, também pode ter o mesmo impacto através das células de gordura perto da nossa pele”, acrescenta.

Os resultados podem abrir caminho para novas estratégias de perda de peso ou terapias baseadas na luz no tratamento de obesidade diabetes.

No entanto, Light adverte contra a adesão dessas descobertas perseguindo literalmente a exposição solar para perder peso, pois ainda existem muitas variáveis que permanecem desconhecidas.

“Por exemplo”, ele explica, “ainda não conhecemos a intensidade e duração da luz necessária para que isso seja ativado”.

Além disso, ele observa: “Há uma grande quantidade de estudos sugerindo que nossa geração atual sofrerá mais com excesso de peso que seus pais e talvez isso alinhe o debate sobre o que é uma exposição saudável ao sol”.

De qualquer forma, esta descoberta emocionante “certamente contém muitas pistas fascinantes para a nossa equipe e outras pessoas ao redor do mundo explorarem”, conclui Light.







"Você já tinha percebido que durante o inverno costumamos ganhar mais peso? Imaginava que poderia ter alguma relação com a luz solar? Comente abaixo!"


ARTIGOS COMPLEMENTARES




fonte:   .mundoboaforma 




UA-90649529-1


comente aqui

04/09/2015










Ovo: 9 Motivos para Incluir esse Super Alimento em sua Dieta!




Você costuma comer ovos? Se ainda não tem esse hábito, deveria pensar melhor e incluir essa maravilha de alimento na sua dieta. Ao contrário do que se acreditou por muito tempo, o ovo é considerado um super alimento que melhora em muito a saúde, pois é rico em nutrientes essenciais e tem uma fonte rica em proteínas, aminoácidos, vitaminas e ácidos graxos.

Benefícios do Ovo

  1. Rico em vitaminas: Contém várias vitaminas essencias para sua saúde: vitamina A (excelente para a visão, e também importante para o crescimento celular), vitamina B12 (essencial para a produção de células vermelhas do sangue), vitamina B2 (ajuda o corpo a obter energia a partir da divisão do alimento), vitamina E (ajuda a combater radicais livres que causam danos celulares, como câncer). Tem também uma pequena quantidade de vitamina D.
  2. Rico em minerais: Contém ácido fólico, ferro, zinco, fósforo,manganês e selênio. O selênio funciona de forma eficaz para prevenir o dano celular, bem como a acumulação de metais pesados tóxicos no seu corpo. O ferro ajuda na produção de energia do seu corpo. O zinco mantém o seu sistema imunológico e o sistema digestivo funcionando corretamente, e é útil também para reduzir os níveis de estresse.
  3. Rico em proteínas: A ingestão de proteínas é essencial para a sua saúde, e os ovos são uma grande fonte de proteína de alta qualidade: um único ovo grande contém 6 gramas de proteína, além de nove aminoácidos essenciais.
  4. Protege a visão: Os ovos trazem grandes benefícios para os olhos. De acordo com um estudo, um ovo por dia pode prevenir degeneração ocular devido ao conteúdo de carotenóides, especialmente a luteína e zeaxantina. Ambos os nutrientes são mais facilmente disponíveis para os nossos órgãos com os ovos. Quem come ovos diariamente reduz drasticamente o risco de desenvolver cataratas.
  5. Melhora a função cerebral: O ovo é uma das principais fontes da substância colina em nossa dieta. Essa substância irá proporcionar uma série de benefícios para o cérebro; isto porque a colina é necessária para a síntese de fosfolípides, componente de todas as membranas celulares, que é importante para o desenvolvimento cerebral e da memória. Outro benefício da colina é que ela é utilizada na síntese da acetilcolina, neurotransmissor que auxilia a memória e a concentração. Conheça mais alimentos poderosos para o cérebro.
  6. Reduz risco de câncer de mama: Estudos descobriram que a colina reduz o risco de câncer de mama em 24%. A colina é encontrada em ovos e outras fontes de alimento, incluindo o fígado, couve-flor, gérmen de trigo, frutos, soja, nozes e chocolate. Saiba mais dicas para prevenir o câncer de mama.
  7. Mantém o cabelo saudável: Os ovos são bons para o seu cabelo por causa de seu alto teor de minerais, como o enxofre (além das vitaminas A, B, D, E), ótimos para promover o crescimento do cabelo. Além disso, a proteína de alta qualidade encontrada nos ovos fortalece os cabelos e promove o cabelo brilhante e saudável também.
  8. Bom para gestantes: A colina presente no ovo é importante para as gestantes, pois reduz os riscos de problemas no fechamento do tubo neural do feto que é necessário para elaborar a calota craniana e a coluna vertebral da criança. Porém, lembre-se: o ovo jamais deve ser consumido cru ou com a gema mole, pois há o risco de infecções intestinais, como a porsalmonela.
  9. Efeito antioxidante: O ovo possui nutrientes com ação antioxidante como os carotenoides, a vitamina A e E, o ácido fólico, o zinco, o magnésio e selênio. Eles irão proteger as células das ações lesivas dos radicais livres e evitar o envelhecimento celular. 

Qual o melhor ovo? Quanto consumir?

O melhor ovo para ser consumido é o caipira ou orgânico, pois possuem mais nutrientes que o ovo branco de granja. O ômega 3, por exemplo, é essencial para saúde, e nos ovos são somente encontrados nos de tipo caipira. A quantidade recomendada é de 1 ovo por dia (ou 7 ovos na semana).

Como consumir?

A melhor maneira de consumir o ovo é cozido, pois assim não há o acréscimo de gorduras e aumento de calorias. Porém, ele também é uma opção interessante como omelete feito com pouco ou sem óleo em uma frigideira antiaderente.
Se fizer ovo frito, opte pela banha de porco ou óleo de coco (muito melhores que óleos vegetais!) e não deixe a gema crua ou mole, isto porque há o risco de infecções intestinais como a salmonela. Portanto, fique também atento para as maioneses caseiras e mousses.




comente aqui
 
 

20/05/2015



Dicas para perder peso "numa boa"






''17 (dezessete) truques para perder peso que não têm nada a ver com dieta nem exercício"

"Embora sem eles - dieta e exercício

não haja milagres, 

há vários truques 

que podem 

fazer a diferença na hora de perder peso. "

"E não envolvem produtos light nem atividade física"



"1 - Faça-se rodear de pessoas positivas
+++++++++++++++++++
  Deixe-se rodear por pessoas positivas e retire as negativas da sua vida. Esse pode ser um grande passo rumo à felicidade. Mas quando se fala de pessoas que estão sempre a criticar a aparência, afastá-las também pode ser bom para o seu peso. Isto porque um estudo publicado no jornal de psicologia social Personal Relationships defende que as mulheres que ouvem comentários de aceitação ao seu corpo têm mais tendência para estabilizar ou até mesmo para perder peso. Ao invés, as mulheres que ouvem sucessivas críticas à sua forma física têm mais tendência a ganhar peso.

2 - ... e de pessoas que têm auto-controle

Encontre pessoas que aceitem o seu corpo tal como se encontra neste momento. E no caso de pessoas que não conseguem controlar a vontade de comer, cabe-lhe a si tentar travar essa vontade. É que essa perda de controlo é contagiosa: um grupo de investigadores dfeende que as refeições que praticamos são influenciadas pelas pessoas que nos acompanham, quer pelos que comem muito, quer pelos que têm hábitos de controlo. Se estiver a tentar perder peso, o melhor é convidar um amigo que goste bastante de comer mas... para atividades que não envolvam, precisamente, comida. Uma caminhada ou uma aula de exercício físco podem revelar-se bons programas.

3 - Não veja publicidade
 
Ver comida na televisão faz com que queira ter comida no seu estômago. Uma investigação publicada na Health Psychology concluiu que os anúncios têm um grande impacto nos telespectadores: o estudo avança mesmo que pessoas que assitem a esse tipo de publicidade acabam por comer mais. Não se trata do desejo de comer o produto que está a ser promovido, mas sim qualquer tipo de comida. Também a audiência de programas de culinária foi relacionada com um maior risco de obesidade. Para evitar este género de "fome induzida", o melhor é mesmo evitar programas e publicidade relacionados com a cozinha.

4 - Mastigue a comida 
  A ideia é mastigar melhor os alimentos, antes de os engolir. Mastigar vai fazer com que coma mais devagar, o que, segundo os especialistas, faz com que ingira menos calorias. Quanto mais tempo demorar a mastigar, mais tempo o seu corpo tem para identificar a quantidade de comida que já recebeu. Isto fará com que consiga perceber de modo mais eficaz quando é que se sente "cheio".

5 - Durma mais



  Se estiver com dúvidas, o melhor é dormir. Além de melhorar o seu humor, dormir também melhora o seu desempenho no trabalho e ajuda a eliminar as dores de cabeça. Estudos indicam que as pessoas que dormem menos horas têm uma tendência maior para o excesso de peso. Isto porque quando se sente mais cansado, sente-se com mais fome do que se tivesse dormido o tempo necessário.

6 - Faça refeições à mesa
  Procure fazer refeições enquanto está sentado à mesa, em vez de comer de pé. O jornal da Academia de Nutrição e Dietética norte-americana aponta que o ato de comer enquanto está sentado faz com que esteja mais atento à forma como ingere os allimentos, uma vez que o fará mais lentamente.

7 - Coma qualquer coisa antes de ir ao supermercado
  Antes de ir ao supermercado, o melhor é comer algo saudável, como uma peça de fruta. Psicólogos da Universidade de Cornell, nos Estados Unidos, defendem que este gesto pode prevenir a compra de alimentos menos saudáveis. Os especialistas dizem que uma "mente mais saudável" pode levar a uma escolha de alimentos mais "inteligente".

8 - Utilize pratos
  Colocar a comida em pratos, em vez de comer snacks através da embalagem onde foram comercializados, fará com que tenha uma noção real daquilo que está a comer. Quando, por exemplo, come bolachas diretamente do pacote, pode não dar conta da quantidade que está a ingerir, e só se aperceber quando chegar ao fim da embalagem. Outra solução passa por dividir os snacks por várias porções.

9 - Utilize pratos azuis
  Vários estudos têm sugerido que se ingerem menos calorias quando a cor dos alimentos contrasta com a cor do prato em que realiza a refeição. Os especialistas sugerem a utilização de pratos azuis porque há poucos alimentos dessa cor. O contraste, defendem, faz com que a porção de comida pareça maior do que é na realidade. 

10 - Os pratos pequenos também ajudam
  Este é outro truque que faz com que a quantidade de comida servida pareça maior do que na realidade. Fazer uma refeição em pratos pequenos vai fazer com que pense que está a comer mais do que está, de facto, a comer. Investigadores acreditam que pode ingerir até menos 22% de comida, se optar por um prato com cerca de 25 centímetros em vez de utilizar um com cerca de 30.

11 - Utilize copos altos e estreitos

Para as bebidas, o melhor é mesmo esquecer os copos mais pequenos e optar pelos maiores e mais estreitos. É que os especialistas acreditam que as pessoas enchem os copos mais pequenos com mais 30% de líquido do que aquele com que enchem os copos maiores. Isto porque, ao ver um copo de pequenas dimensões, acreditam que têm de o encher mais.

12 - Esconda "aquela" comida (com mais calorias)
 
"Longe da vista, longe do coração." Ou, caso para dizer que "longe da vista, longe do estômago". Seguindo a lógica descrita acima, de que os programas televisivos sobre culinária podem desencadear a vontade de comer, o facto de não ver comida também pode ajudar a evitar outra refeição. Uma investigação publicada no Jornal Internacional de Obesidade revela que, num escritório, os trabalhadores comeram menos doces quando estes estavam guardados numa caixa opaca, do que quando estavam numa caixa transparente. O mesmo truque pode ser utilizado em casa: armazene doces, bolachas, chocolates ou outras tentações mais calóricas em caixas opacas ou em locais escondidos.

13 - E tenha os alimentos saudáveis bem visíveis
  A idéia é arrumar a comida, em casa, tal como organiza a vida: à frente está o trabalho, e atrás, a diversão. Ou seja, os alimentos mais calóricos devem estar "escondidos" atrás daquilo que é mais saudável. Isto porque o mesmo estudo publicado no Jornal Internacional de Obesidade defende que as pessoas tendem a comer o que está mais visível e acessível. Outra investigação concluiu que, perante uma maçã ou pipocas, as pessoas analisadas optavam pelo que estivesse mais perto.

14 - Jogue Tetris

  Quando sente aquele desejo de comer, o melhor é distrair-se e revisitar um daqueles jogos como o mítico Tetris
Um estudo do ano passado avança que aquilo que nos leva a ter vontade de comer é a imagem visual.  

Por isso, sugerem que um jogo pode atrair a atenção do cérebro, fazendo com que os desejos de comida diminuam (sim, o Angry Birds serve.)


 
15 - Deixe de usar "sweats"
 
Vestir roupas que o façam sentir atraente também pode contribuir para uma alimentação mais saudável. Katie Rickel, psicóloga clínica dos Estados Unidos, defende que a roupa mais larga, que visa esconder o corpo, pode fazer com que se esqueça do seu objetivo.  

Uma roupa que revele o seu lado mais atraente vai revelar que se preocupa com o seu corpo, à medida que o recorda do plano alimentar que deve cumprir. 

16 - Deixe de beber refrigerantes
  Aqui, não há dúvidas. Deixe de beber refrigerantes, mesmo as versões de dieta. Estas bebidas potenciam problemas de saúde e aumentam o risco de obesidade e de diabetes. Para um melhor estado de saúde e livre de riscos (e para ajudar a perder uns quilinhos), o melhor é substituir os refrigerantes por bebidas sem calorias - sendo que a opção ideal é mesmo a água.

17 - Relaxe
  O stress crônico pode levar a um aumento de peso, por isso o ideal é tentar relaxar. E para isso, as estratégias são muitas: dos desabafos com amigos ou com especialistas a atividades como yoga, dormir uma sesta ou ouvir música podem fazer com que relaxe e controle as suas preocupações."


fonte e créditos: 

comente aqui
 

Postagem em destaque

cãibras nas pernas? O que fazer?

Mais uma vez sobre cãibras nas pernas.  O que fazer Cãibras nas pernas:  de onde elas vêm e como lidar com  isso ...

Seguidores


buscas populares …apareça nas buscas… cadastre seu web site aqui…/buscas populares…alô negócios !!!…
|| Пост!Featured on Hometalk.com